Thursday, September 07, 2006

Caminho Romano da Serra da Gardunha


Excepcionalmente, a poesia mescla-se com as nossas preocupações em termos do património. É o caso do artigo de hoje. Há muito que uma das atracções da serra da Gardunha é para nós subi-la pelo caminho romano, prazer partilhado com muitos, aspirando a maravilhosa aragem retemperadora, perseguidos sempre com perfumes de figo, hortelã selvagem, oregãos, e demais aromas silvestres, embalados por águas rumorejantes, vento brando, melodiosas aves e sombras de ciprestes e castanheiros, ladeados por amoras e granito.
Com a construção da A23 e do túnel da Gardunha, a paisagem sofreu alterações, mas o velho e esplendoroso caminho romano de lajes irregulares, belíssimo, pela envolvência e vistas que proporciona, mantém-se ainda intacto na maior parte do percurso, aliando-se a uma Natureza que resiste a fogos e vários descuidos, às vezes malfeitorias.
Se andar por aquelas bandas, não hesite e conheça este património.

Texto de Luis Filipe Maçarico
(este texto foi retirado do Blog a Aldraba, em que eu tb sou sócio)

0 Comments:

Post a Comment

<< Home